20100303

passo pela cidade
que passa por mim
enquanto isso,
avisto
uma porta que se fecha
uma janela que se quebra

uma cidade que já não é a mesma
e por fim, com um pedaço de plástico
disfarço
aquela janela, que impede o vento
e o tempo que levo
me leva também

Um comentário:

Clara disse...

Bela foto, poema de arquiteto que sabe da cidade e da paisagem, bjo